julho 29, 2008

O sexo não chegava a ser ruim. E tudo bem, ela não sabia a hora de abrir a boca. Até um " eu te amo " quase sempre era falado na hora errada. Ele não gostava da maioria das roupas dela, principalmente daquela blusa azul e roxa que ela insistia tanto em usar. Ela era chata, e tão ciumenta e até o futebol com os amigos tinha sido desconsiderado. Mas a falta que ela estava fazendo era dum tamanho tão grande, que chegava a ser incalculável. Como sua mãe dizia " quando a gente perde, que a gente dá valor " . Ele estava bebendo um pouco de whisky com suco de laranja para ver se relaxava. Seu maço de Malboro estava já amassado e posto de lado, em apenas 30 e poucos minutos. Mas nem a bebida, nem o vício conseguiam relaxa - lô. Sua barriga estava tão estranha, e tão embrulhada, que ele se sentiu com 12 anos. Como se fosse um pré - adolescente esperando a namoradinha atrás do muro da escola. Então, ela chegou. Sentou - se a mesa em silêncio e apenas olhou - o nos olhos. Ambos ficaram numa de " falar ou não falar ", que como se fosse mágica os dois falaram juntos. Aí teve aquele " pode falar ", " ah não, fala você " que ele decidiu falar primeiro antes que ela se irritasse. - Ana, eu queria te pedir: volta comigo Ana. Volta, por favor. A gente tem tanta coisa pra viver ainda. E eu, amo você Ana. Amo mesmo. - E só agora você me diz isso? Ela levantou da mesa descontrolada, porém falava baixo. Ela não era do tipo que dava escandâlos. - Você espera que eu sofra três semanas, que eu chore, que eu mude minha vida, que eu tente o suícidio, que eu rasteje aos seus pés, e que você beije OUTRA GAROTA NA MINHA FRENTE para que você venha me pedir isso? Ora André! E eu tenho cara de palhaça? - Ana, por favor. Você me faz tanta falta. - André, agora não posso mais. - Ana, eu te juro que... - André, estou indo pra Alemanha. - O que? Quando? Com quem? - Isso. Alemanha. Esta noite. Com uma pessoa. - Você está brincando comigo Ana. Você só pode estar brincando comigo. Foi a vez dele levantar, e passar a mão no cabelo loucamente, como ele sempre fazia quando estava muito nervoso. - Você está brincando. É brincadeira não é? É brincadeira, eu sei ! Vamos me diga. Ele queria chacoalha - lá, bater nela, e fazer que ela confessasse que era tudo brincadeira, que era tudo mentira, mas isso a assustaria. - André, é verdade. Ele engoliu seco. As lágrimas começaram a rolar. - Quem é a pessoa? Ana me diz, quem é a pessoa? - Não te interessa André. Ela pegou a bolsa que estava pendurada no braço da cadeira e começou a sair. Ele a deteve. - Volta pra mim Ana. Iremos juntos à Alemanha. Prometo Ana. Te prometo ! - André, agora não posso mais. - Porque Ana, porque? - Eu já não o amo. Ele a soltou, completamente perplexo. Depois riu loucamente, de uma maneira assustadora. Qualquer um que o visse naquele momento, pensaria que ele fosse um maníaco psicótico. - Não me ama? HAHAHAHAHAHA. Claro que ama. HAHAHAHAHA. Deixa de ser boba, Ana. HAHAHAHA. Ela saiu, sem ao menos que ele percebesse que ela o tinha feito. E quer saber. Ela não o amava mais mesmo. Não daquele jeito. Porque como diz alguém que eu conheço: Às vezes uma pessoa faz tanto uma coisa pra você, e de novo, e de novo, que caleja. E chega uma hora que nem dói mais. E o amor? O amor vai embora também. Ou a gente pensa que vai. Babys, estou de volta. Tipo, mais ou menos né. Esse meu post, está completamente fraco e eu abandonei décadas isso aqui. Mas não que seja de interesse seus, eu tô bem melhor. E sinceramente, bem mais madura. Beijo pra vocês ;* Saudade disso aqui !

32 opiniões:

Ricardo Valente disse...

Saudades de vc e do blog... É isso aí, quando a sintonia acaba, é foda! Coitado do desamado, mas quem mandou, né? Beijo, minha linda.

Nadezhda disse...

Algumas vezes ele nem vai embora. Caleja apenas, e perde a graça. E esquecemos.

;)

darsh. disse...

completamente fraco?
eu adorei!!!!!

Malu Godinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Malu Godinho disse...

O amor assim se vai, e nem mesmo a dor fica, apenas inconvenientes lembraças.

Adorei o texto, muito bom!

Até mais...

;)

TIZIANO TESCARO communicator,Vicenza disse...

Hola por Italia, agradeço a sua observação, ainda assim você olhar no meu blog, sua presença vai me fazer feliz. Tenho amigos incluídos meu blog 1 comment

Idylla disse...

Eu passei +/- por isso ai, lendo essa história q vc postou me senti como se fosse EU....
E o pior, é que estava na pele dele e n dela huahuahua!!!
MAs graças a Deus já passou e estou c outra pessoa maravilhosa, e muito feliz!!

Bjaummm menina sumidaaaa

=***

Cah disse...

Ahh eu queria ser que nem ela! hahahahahha
Esses dias estava passando por uma crise no meu namoro que aiii eu queria só NAO SOFRER e ter coragem de dar um basta!
Mas as coisas etão melhorando graças a Deus e eu acho que tá dando certo agora! hahahaha

Muito tempo flor q a gente não se fala hha eu to bem, esto uótima e voce como tá?!

Fala, Garoto! disse...

Oi, piracicabana linda! Tudo bem? É, sempre damos valor quando perdemos quem amamos ;-/ bj e 'bem-vinda' de volta!

Vinícius Aguiar disse...

Eu sinceramente não acredito que o amor possa ir embora... não se ele for verdadeiro! Agora, é verdade que de tanto tentar, às vezes criam-se calos que transformam-se em mágoas... mágoas essas que fazem com que a racionalidade seja maior que a emoção, e então o amor é apenas deixado de lado! Isso acontece mais frequentemente do que se imagina... pra ser sincero, aconteceu comigo...
beijos!

Mau Camus disse...

Muito bem vinda, t! Saudades de ti. Deixa eu te dizer uma coisa: Sua presença também deixa meu blog melhor.
O amor de verdade nunca vai... Acredite.
Bjos, linda!

*Raíssa disse...

O amor pode nem ir embora, mas ele cansa de tanto sofrer e fica calejado. Aí é deixado de lado, se torna cansativo. De vez em quando, lembra-se dele, mas de uma forma completamente diferente, mais madura.

Bem fez essa menina com esse André. Eu faria o mesmo ou até pior. (6) Esse aí merece a vala!

Beijos

Amanda disse...

Adorei a historia
como semrpe
beeeijo

Claudinha Bártholo disse...

Oi linda, I CAN SEE THIS...pude ver a cena, muito lgal o post! Nada de fraquinho não. Mas é tão verdade isso: de tanto sofrer tem uma hora que não dói mais... mas também rola umas briguinhas que parecem reacender o amor né?
hehehhehe aconteceu comigo.
BEIJOS, tava era com saudade!
valeu pela passagem no blog.
xerooooooooooooooooo

bia de barros disse...

nossa, como assim 'completamente fraco'? tenho que plagiar a darsh: a-d-o-r-e-i esse seu post, do início ao fim.

e achei vc mais madura sim!
obrigada por continuar tão assídua lá no blog, sua visita me é preciosíssima x)

bjos de luz *;

O ANTAGONISTA disse...

Apareci!!!

E gostei muito do post... fiquei meio com pena do cara, tipo, Alemanha é muito longe... ela podia estar indo para Volta Redonda, para Porto Seguro, pro Acre... mas Alemanha é f...! hehehe,...

Seja bem vinda de volta!

Valeu.

Marianaaaa ♥ disse...

Texto fraco?
Quaaaaaaaando...tá PERFEITO, e olha que eu só leio texto grande se for bom mesmo!
Tá de parabéns

Mary West disse...

ADOREIIIIIIII o texto, claro que fikei com pena do André neah? Mas Ana deu um show de coerência, dizer que não ama mais é um basta mesmo para qualquer relacionamento transformado em idas e vindas.

Maldito disse...

Finalmente consegui responder seru mega meme,...rsrs
Está programado para ser postado na segunda feira, dia 04,...

Bjs
E que bom que voltou!

Mantenha COntato!

StéfanO Kut disse...

BEM MADURA!!
algo te fez muito bem em!!^^
...adorei o post viuU..
sempre q puder estarei por aqui, ja q voltou néh!!
abraçÃOo tah!!!
t++
e vlws a visitinha..

teaguentanosalto disse...

Não achei fraco! adorei! muito bom teu blog! beijos..

Serginho Tavares disse...

não suma de novo
adoro o que escreve
beijos

Ariana disse...

Esse post nem ta fraco não, ficou
otimo!
É verdadeiro, sempre acontece isso na vida da gente, tipo a gente vai insistindo, implorando e simplesmente chega um dia que a gente CANSA!

Adorei!
Bom fim de semana pra ti!

Beijo*

Claudinha Bártholo disse...

\o/ Oi linda...
tudo bem???
passando pra saber como andam as coisas, e como tem saído as palavras dessa cabecinha...
heheheheh
Um ótimo final de semana pra ti.
Beijos...

Nathália disse...

Sabe, é perdoável quando se erra uma vez. Mas quando se erra sempre, é porque as desculpas não são sinceras... E isso me irrita.

Beijo!

.a negra. disse...

E sumiu mesmo né moça?


saudades poxa!


O texto foi tudo que há...
antes só do que mal...com ele!

Beijus

Amanda disse...

Foi muito bom falar contigo ontem ,viu?

Amanda disse...

Vem cá, tu mora em Salvador? o-o

Nataliinha disse...

Post fraco ? BRINCANDO ne ?
Eu gostei .
Principalmente da parte do 'beijou outra na minha frente .'
Conheço muiito !

Bj bj =*

Vinícius Aguiar disse...

um selinho pra vc no meu blog!
beijos!

Princesiiinha disse...

você quase que contou a minha história de um relacionamento passado. seu post tá perfeito, vc escreve muito bem menina!
*-*
ah não some não, quero voltar a ler seus textos por aqui tá?

beijos! ;*

Carlos Howes disse...

E o amor pode ir embora sim... de batuca em batucada... como dizem: "agua mole em pedra dura, tanto bate até que fura".

comentário aleatório: como assim não gosta da blusa azul e roxa? eu acho que fica bem nas mulheres!

 

Blog Template by YummyLolly.com - Photoshop Brushes Obsidian Dawn